92% do consumo de vídeo em domicílios no Brasil vem de Smart TVs
Mais de 85% dos brasileiros possuem smartphone, mas público ainda busca a melhor tela para assistir conteúdo quando está dentro de casa, segundo pesquisa apresentada por executiva da Kantar Ibope Media no Top C-Level Meetings

Por Gabriel Cortez, jornalista da equipe de conteúdo do Top C-Level

Paula Carvalho, diretora comercial da Kantar Ibope Media, em palestra no Top C-Level Meetings São Paulo, em 26 de agosto de 2022, na Capital Paulista, afirmou que as pessoas ainda buscam a melhor tela possível para consumir conteúdo quando estão em casa. 

“A conectividade nunca foi tão importante, mas os consumidores ainda buscam a melhor tela para isso: 92% do consumo de vídeo em domicílios no Brasil é em Smart TVs. As Smart TVs são a porta para o entretenimento dentro de casa”, disse. 

A executiva lembrou ainda que 44% dos lares europeus têm TVs com 45 polegadas ou mais e, no Brasil, a penetração das Smart TVs nos lares mais do que dobrou de 2017 (27%) para 2021 (57%).

“O hábito de assistir vídeo em família também ainda é muito presente. Quase um terço (28%) do consumo de vídeo nos domicílios é acompanhado”, acrescentou.

Paula Carvalho em palestra no Top C-Level Meetings São Paulo | Foto: Gabriel Cortez
Consumo de vídeo online e mudanças na jornada de consumo

O consumo de vídeo online ao longo do dia é muito mais uniforme do que o consumo de TV linear, e também depende muito do gênero, de acordo com Paula Carvalho. “As marcas, as agências, precisam entender que as jornadas de consumo de vídeo ao longo do dia são distintas.”

A executiva comentou ainda sobre a tendência de que algumas franquias lancem mais filmes e séries nos próximos dois ou três anos do que já lançaram em toda história. 

“Strangers Things, por exemplo, adotou uma estratégia específica de distribuição de sua última temporada, dividindo-a em dois grandes blocos. Na estreia do primeiro bloco, a audiência do Netflix cresceu 14% no Brasil no primeiro final de semana. Foi uma estratégia interessante, porque fomenta conversa, gera engajamento e audiência.”  

“Com toda essa ebulição que estamos vivendo, é natural que as empresas olhem para este universo. Vivemos o ‘Momento X’, uma série de players físicos buscando o digital, e uma série de players digitais buscando experiências reais. A Globo, por exemplo, criou o seu espaço para o fã”, lembrou.

Aumento de investimentos em publicidade no streaming 

Os investimentos em publicidades direcionadas à plataformas de streaming aumentaram 243% entre 2019 e 2021, segundo levantamento da Kantar Ibope Media apresentado por Paula Carvalho. A executiva destacou ainda que 63% do investimento total em publicidade, hoje, vem do vídeo.

“Nunca foi tão difícil ser mídias como hoje em dia. O que precisamos é criar métricas standard, em que seja possível ter resultados únicos, unindo as audiências de diversas plataformas. A medição da audiência precisa ser Cross Media. O consumidor aceita publicidade desde que ela faça sentido para ele.” 

A Kantar Ibope Media tem investido em aparelhos de medição de audiência a partir do roteador, para além dos tradicionais medidores via sistema de captação de áudio. “Esses dados passam pela rede e, com isso, conseguimos saber o perfil de consumo com mais detalhes”, explicou.

Executivos aproveitam intervalo entre as palestras para networking | Foto: Gabriel Cortez

Deixe um comentário

Your email address will not be published.