Regionalização de conteúdo 
Os eventos ao vivo, particularmente os esportes, continuam sendo o conteúdo mais popular entre as audiências; à medida que o custo dos direitos de transmissão de eventos ao vivo aumenta, a regionalização de eventos para vários públicos pode ajudar a compensar essa despesa, maximizando a receita por meio de um maior alcance e uma conexão mais profunda com o público; leia mais neste artigo exclusivo da Grass Valley para o Top C-Level

Por Redação Top C-Level

Criar conteúdo que capture o público e o mantenha engajado é uma mistura perfeita de habilidade técnica, arte para contar histórias e muito trabalho árduo. Para continuar fornecendo esse conteúdo de alta qualidade, as empresas de mídia e entretenimento precisam encontrar e engajar o maior número possível de públicos para cada conteúdo que criam. 

Na produção de eventos ao vivo, os comentários são essenciais para manter o público engajado. Os comentaristas descrevem o que está acontecendo, explicam qual é sua importância, expandem a experiência visual com informações adicionais e, principalmente, constroem um relacionamento com o público. Construir esse relacionamento requer que o comentarista fale com os espectadores em uma linguagem que entendam e de uma maneira que atenda aos interesses e motivações de um público específico. 

Mas fornecer várias versões do mesmo evento para atender aos interesses de diferentes públicos pode ser um processo complexo e caro. Para simplificar seus fluxos de trabalho, os principais distribuidores de conteúdo adotaram o AMPP, a plataforma de produção de mídia baseada em nuvem da Grass Valley. 

Vejamos três maneiras diferentes em que o AMPP é usado hoje para regionalizar conteúdo. 

Produzir um evento remoto para vários públicos 

Neste exemplo, um grande evento internacional, como os Jogos Olímpicos de Inverno, está sendo apresentado a uma região com vários idiomas. Eventos com públicos globais frequentemente fornecem muitas fontes de câmeras do evento para um único centro de produção. Isso reduz os custos de produção de vídeo e padroniza o visual e o estilo da produção. 

O roteamento em nuvem do AMPP não só reduz o custo de transportar esses sinais ao redor do mundo, mas também oferece às equipes de produção nos países-alvo acesso instantâneo a esses vídeos. O AMPP Monitoring e Audio Mixing podem ser acessados e controlados através de um simples navegador de internet para fornecer aos apresentadores as informações em tempo real de que precisam para criar sua parte da produção. 

Isto permite que os apresentadores locais forneçam comentários em seu idioma nativo ou focalizem a produção em aspectos de interesse particular para um público específico, por exemplo, um atleta local ou um esporte nacional. AMPP Master Control e Playout podem fornecer o branding e a publicidade adequadas para cada região. Em meio a toda essa regionalização, a equipe de produção centralizada continua garantindo qualidade e consistência nas diferentes versões do programa. 

Reunir múltiplos eventos para um mercado local 

Em um cenário alternativo, vários eventos originados em locais diferentes, como o futebol europeu, podem ser agregados em um único canal de distribuição. Muitas vezes, o interesse em uma liga estrangeira pode ser diferente do interesse em ligas locais. As regras do jogo podem precisar de mais explicações para um mercado estrangeiro, e a terminologia pode ser diferente. Isso novamente requer novos comentários para adaptar a programação para o público local. 

Os conteúdos finalizados são encaminhados via AMPP para várias equipes de produção, onde novas faixas de áudio são mixadas junto com as legendas e os dados apropriados. Vários criativos podem trabalhar simultaneamente no conteúdo do programa enquanto o evento está em andamento, facilitando a criação de clipes separados com destaques e conteúdo regional. AMPP Playout pode gerenciar a agregação de conteúdo e o streaming de canais, bem como o branding e a publicidade para cada região. 

Reaproveitar conteúdo para várias plataformas 

Mesmo que o conteúdo seja produzido e distribuído dentro do mesmo país, esse conteúdo é frequentemente reaproveitado para atingir uma variedade de audiências através de diferentes canais de distribuição, por exemplo, televisão tradicional, plataformas de streaming e Twitch. Diferentes grupos demográficos assistem ao mesmo evento, mas em plataformas diferentes. A opção de assistir ao evento comentado por um ex-atleta ou uma celebridade dos eSports cria uma conexão mais próxima com públicos específicos. 

Como esses eventos podem precisar ser produzidos com seu próprio ritmo e narrativas distintas, AMPP Video e Audio Mixing, bem como o AMPP Replay, permitem que vários criativos produzam conteúdos exclusivos a partir das mesmas fontes sem interferir entre si. O conteúdo pode então ser reaproveitado usando o AMPP Asset Management ou enviado ao Master Control e Playout com assistência automatizada para fornecer facilmente diferentes programas, gráficos exclusivos e playout nos formatos necessários para cada canal alternativo. Usando essas mesmas ferramentas, uma equipe de produção dedicada pode criar pacotes com os destaques do evento e outros conteúdos secundários para redes sociais, enquanto o evento ainda está em andamento. 

Veja mais em: ttps://www.youtube.com/watch?v=I3l9n5LoS0Y&feature=youtu.be

Deixe um comentário

Your email address will not be published.