Snews foca em expansão para o mercado internacional na NAB
Companhia brasileira destacou o sistema de newsroom Anews Arion e o exibidor de playout Neoexpress em Las Vegas, com o objetivo de ampliar atuação no exterior; lançamento de startup voltada ao jornalismo mobile também chamou a atenção

Por Gabriel Cortez, 
Jornalista do conselho editorial do Top C-Level 

O sistema de jornalismo Anews Arion e o exibidor de playout Neoexpress foram os destaques da Snews na NAB Show 2022. Em entrevista exclusiva ao Top C-Level, o executivo Rodrigo Brasiel, CEO da companhia, contou que um dos objetivos da marca no Las Vegas Convention Center foi consolidar a expansão para o mercado externo.

“A Snews tem a liderança no mercado brasileiro de newsroom e está presente em 70% das emissoras do país, em todas as capitais e fora do brasil também. O momento da empresa é de expansão mundial e a feira foi muito boa para isso, para consolidar essa expansão dos nossos produtos para outros continentes”, disse.

“O Arion e o Neoexpress são os produtos que nós temos focado bastante para o mercado externo. Estamos expandindo já há pelo menos quatro anos a comercialização desses serviços para fora, e esses dois produtos têm alta possibilidade de integração com outras soluções de MAM, de ingest, de gerador de caracteres, quando o assunto é automação de fluxos para jornalismo. No estande da Snews, as pessoas conseguiam ver toda essa automação com esses outros players de mercado funcionando”, acrescentou Brasiel.

Rodrigo Brasiel, CEO da Snews

Como grande novidade, a empresa brasileira apresentou a startup SOUV, focada no desenvolvimento de soluções para integração do fluxo de jornalismo mobile aos fluxos de produção tradicionais das emissoras de broadcast. “Estamos incubando algumas startups na Snews e, na feira, a gente apresentou também a nossa primeira startup incubada, a SOUV, com o aplicativo SOUV Reporter, que foi a grande novidade da Snews na NAB e, em breve, será comercializado para o mercado brasileiro”, frisou.

Feira menor, mas mais qualificada

A NAB Show 2022 foi uma feira diferente, na opinião de Rodrigo Brasiel, com menos pessoas e pavilhões, mas com um público mais selecionado em termos de tomada de decisão. “Não era uma feira para ‘ver o que está acontecendo’. As pessoas estavam com o intuito de resolver pendências, contratações de serviços, parcerias. Foi uma feira muito mais assertiva neste ponto, pelo que a gente sentiu de quem passou por nós e pelos relatos de outros fornecedores. Foi um evento menor, mas mais qualificado”, reforçou.

A Snews exibiu as suas soluções em três pontos distintos no Las Vegas Convention Center, com dois estandes focados na expansão para o mercado internacional e um estande no Pavilhão Brasileiro, focado nos contatos e parcerias com o mercado local. “O tempo todo havia parceiros no nosso estande, pessoas de fora querendo fazer parcerias. Foi bom para a gente rever grandes amigos, o estande não ficou vazio, apesar do público menor. Foi um evento muito positivo.”

A consolidação da contribuição remota e das soluções de produção para trabalho compartilhado e em nuvem foram os destaques gerais da NAB, na visão de Brasiel. “A gente até brincou que foi muito mais uma feira da saudade do que uma feira de novidades. O pessoal estava muito mais para reaquecer os laços do que para lançar grandes tendências de mercado. Foi uma feira mais de relacionamento do que de novidades”, afirmou.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.